Como você reage às mudanças?

Olá amigos e companheiros de caminhada. Começamos o ano com novas perspectivas. Nossa casa, desde sua fundação, se caracterizou pela visão “holística” de seu Mentor. Em uma de suas visitas à nossa Casa, Pai João disse-nos que a Proposta de nossa Egrégora seria “uma postura holística” diante de seus pacientes e filhos de fé. Desde cedo, nos orientou a estudar, como forma de podermos ser mentes aptas a transmitir o conhecimento, hoje identificamos, trazido por eles das estrelas. E assim foi nesses 10 anos de prática. Tivemos os primeiros ensinamentos de cristais com a Cigana Sulamita, conhecemos os Florais, Cromoterapia e através dos Estudos, compreendemos qual complexos somos! Ele nos orientou a buscar a Apometria como forma de tratar profundamente, estados mentais enfermiços, e nessa caminhada tivemos a felicidade de reencontrar amigos que nos auxiliaram e passaram o conhecimento.

Mas sempre tivemos o apoio dos pretos velhos, caboclos, exus e pombogiras, e ao longo desses anos, descobrimos sua real proposta terrena, que certamente ia além de beber e fumar, trocar alguns favores e amaldiçoar pessoas. Graças a eles, conhecemos o Umbral, em caravanas de socorro, estudando e compreendendo que, independente do grau de evolução do professor e da matéria dada, o olhar era sempre o mesmo: focado no outro.

E quando pensamos que todo o material “despertado” fosse o suficiente, eis que eles dizem-nos que precisamos esvaziar boa parte do material interno angariado ao longo dos séculos, pois novas informações chegam: irmãos estelares, física quântica, frequência…Mas para quê? Estamos bem ajustados na tarefa de “Ajudar para ser ajudado”, lema de nossa casa…E eles nos informam que o olhar terá, daqui pra frente, que ser mais apurado, mais detalhado, real…Chegou a hora de tirar as vendas e compreender quem realmente somos, sem rótulos nem meias verdades.

Já passamos a etapa do “joio do trigo”…Já fizemos as nossas escolhas. E em 2017, chegou o momento de semear…Somos chamados semeadores, pois trazemos impressos em nossas almas, a real proposta de nossa missão nessa amada terra…Novas formas de compreender a religiosidade em nós, retrabalhar esse conceito em nós. Abrir as portas e janelas, limpar a casa, trazer o altar sagrado para dentro de nós…Espiritualidade e não mais Religiosidade. Ela não nos tem feito bem ao longo desses anos. Nos aprisionaram em dogmas e valores que em absoluto não nos pertencem.

Cada um de nós é um ser único. Traz em seus registros, informações preciosas que precisam ser compartilhadas, trocadas, sentidas. Precisamos tirar os  antórios e viver essa materialidade plenamente. Ressignificar nossa Espiritualidade. Comungar com a Natureza sem danificá-la. Amar realmente os animais sem tratá-los como seres inferiores a nós. Entender que a materialidade é um recurso efêmero, que vem auxiliar-nos na resolução de questões milenares mal resolvidas e não matar e morrer pelo vil metal.

Precisamos perceber que tudo está mudando. E nós precisamos mudar também. Ver esse novo momento como uma oportunidade de começar uma nova história, alterando passado e futuro. Mas vivendo a materialidade, sem grandes disputas, compreendendo que nossa mãe é abundante e nos dará tudo que trabalharmos honestamente para conseguir.Vamos viver a abundância, a plenitude de nossas potencialidades e sermos felizes. Felizes pelas escolhas e por estar no caminho. Um caminho trilhado de mãos dadas com esses companheiros de jornada que aprendemos a amar por afinidade, chamados (ainda) de pretos velhos, caboclos, exus e pombogiras, crianças, orixás.

Que assim seja e assim é.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s